Dicas de como ter uma satisfação sexual

A busca pela satisfação sexual é algo constante, seja individualmente ou não. Isso pelo fato da qualidade de vida estar intimamente conectada com a sexualidade do indivíduo.

Mensurar e compreender em sua totalidade sobre a sexualidade humana é impossível, isso porque vista que cada pessoa vivencia o sexo de uma maneira diferente. Porém, os estudos são fundamentais para guiar os tratamentos dos profissionais de promoção da saúde sexual.

De acordo com a tradução de um estudo sobre satisfação sexual de mulheres, feito pelo Grupo de Estudos e Pesquisas do Instituto Paulista de Sexualidade, a saúde nas vivências sexuais é um fator importante no que diz respeito à qualidade de vida. 

A sexualidade é vivida das mais diversas maneiras, com ou sem orgasmos, com ou sem ejaculação, com ou sem brinquedos eróticos.

Logo, encontram-se neste artigo algumas dicas para apimentar qualquer relação e ajudar o leitor no processo de satisfação sexual. As dicas devem ser usadas de acordo com a vontade do prazer de cada indivíduo e, claro, sempre deve-se conversar com o parceiro(a). 

Leia também: Quantas vezes um homem pode ejacular por dia?

Estudo sobre a satisfação sexual

Um instrumento clínico de avaliação de Meston e Trapnell (2005) avalia os fatores que compõem a satisfação. A escala considera: 

  • O contentamento sexual próprio; 
  • A comunicação sexual; 
  • A compatibilidade do desejo e dos valores sexuais entre os parceiros;
  • A preocupação relacional, o que diz respeito aos fatores de desconforto na hora do sexo e no relacionamento em si; 
  • Preocupação sexual, ou seja, o desconforto com a própria sexualidade – por exemplo: desempenho, corpo, gemidos, entre outros. 

Os pesquisadores consideraram estudos feitos antes deste. Dentro desses aspectos, o que importa para cada indivíduo? É válido salientar que o autoconhecimento é um fator fundamental no processo particular de descoberta do prazer.

Acredita-se que, até aqui, já é de comum acordo que a sexualidade é vivida de maneira muito particular. Porém, abaixo serão destacadas algumas dicas que aumentam as sensações de prazer entre parceiros. 

De maneira geral, o toque e a exploração das próprias fantasias são maneiras de potencializar as sensações eróticas. Além de intensificar os orgasmos, promove uma conexão entre os parceiros, sejam eles amorosos ou não. 

Massagem

A massagem, sem dúvida, é uma experiência sensacional para quem recebe. O toque físico provoca estímulos inesquecíveis, especialmente para quem adora a prática. É uma técnica que pode ser utilizada antes, durante e depois da relação sexual, por isso merece tanto destaque.

A massagem tem as mais diversas possibilidades e uma delas é a estimulação erótica, o toque físico promove prazer e uma conexão mais intensa entre os parceiros. Através dela, é possível estimular zonas erógenas e provocar ainda mais prazer.

Como fazer uma massagem erótica?

Uma das dicas para ter mais satisfação sexual na vivência do sexo é a massagem erótica. Essa nada mais é que uma massagem comum, mas que explora áreas e sensações erógenas. 

Primeiro, o parceiro deve ter o clima: a luz baixa é um bom pedido. Agora, segue o passo a passo:

  • Quem realizará a massagem deve escolher se será usado ou não cremes e loções em gel;
  • Em seguida, deve pedir para que o parceiro fique de bruços;
  • Depois, pode começar a pressionar com os dedos polegares em linha reta e círculos ao longo de todo o corpo; 
  • Posteriormente, explorar diferentes movimentos das mãos e níveis de pressão; 
  • Explorar com as mãos e o todo o corpo as áreas erógenas do parceiro;
  • As áreas erógenas mais comuns são pescoço e parte interna da coxa.

Uma dica: se o parceiro estiver tenso, fazer uma massagem de alongamento pode relaxá-lo. 

Assim, depois de massagear toda a parte posterior, deve-se virar o parceiro de frente. A partir disso, o massagista pode abusar da criatividade e utilizar estímulos visuais como a massagem, o sexo oral e a masturbação.

Jogos e vídeos eróticos

Outra dica para aumentar a satisfação sexual é usar jogos e vídeos eróticos, ótima dica para quem curte conteúdo erótico. 

Normalmente, os produtores de conteúdo adulto contextualizam as cenas, as quais são separadas por categorias, como por exemplo: categoria “alunas” ou “ruivas” etc, isso varia de acordo com as preferências e as fantasias dos parceiros.

Outra possibilidade para ter mais satisfação é mexer com as fantasias do parceiro através de jogos eróticos. Uma maneira são jogos de BDSM (submissão e sadomasoquismo). Porém, independentemente de quais filmes e jogos sejam escolhidos, todo o processo deve ser completamente consensual e com os devidos limites estabelecidos. 

Outra dica de jogos eróticos é que o dominador estabeleça que determinadas ações gerarão dor para o submisso por um tapa, por exemplo. Essa é somente uma ideia, não há limite para a imaginação na vivência entre parceiros sexuais, ainda que seja uma relação sem compromisso (paga ou não), tudo deve ser consensual.

Preliminares

Quando se fala de preliminares no sexo, muitos lembram somente de sexo oral e manipular os órgãos genitais. Sim, esses elementos fazem parte, entretanto, as preliminares começam em conversas, em piadas internas e no clima que existe entre os parceiros.

casal satisfeito com o sexo
Satisfação sexual: preliminares. Fonte FreePik.

Nesse ponto, para aumentar a satisfação sexual, os parceiros podem trocar carícias, massagens, assistir conteúdo adulto ou até mesmo utilizar os jogos sexuais. Esses itens foram descritos nos tópicos anteriores. 

Não ter pressa é algo essencial nas preliminares, quanto mais trabalhar a excitação de ambos, melhor tende a ser o ato. Assim, a dica é não medir esforços para explorar cada zona erógena do corpo e aumentar ainda mais a libido dos envolvidos.

Fetiches

A descoberta dos próprios fetiches está diretamente relacionada às experiências e ao autoconhecimento. A masturbação e o toque do próprio corpo, além de leituras e experiências diversas, são fundamentais. 

Dicas de como ter uma satisfação sexual
Satisfação sexual: fetiches. Fonte FreePik.

Por exemplo, a dinâmica do BDSM é basicamente uma pessoa que sente prazer em provocar a dor e outra que sente prazer em senti-la. A mais conhecida são os tapas, mas há quem curta cera de vela quente derramada no corpo, chicotes, etc. 

Existem diversos fetiches, desde os mais comuns, como algemas, brinquedos eróticos, fantasias (policiais, bombeiros, enfermeira, professora, entre outros), até os mais diferentes, como ver o parceiro (a) com outra pessoa, prazer na dor, tesão em alguma parte específica do corpo (como pés, axilas, etc).

Caso o indivíduo queira experimentar alternativas para ter ou aumentar a satisfação sexual, é importante conversar com o seu parceiro sobre vontades pessoais e quais os limites estabelecidos. O consentimento e os limites sempre devem ser respeitados.

Lugares inusitados

O ditado popular diz que o proibido é mais gostoso, talvez essa seja uma boa explicação para tantas pessoas terem vontade de transar em lugares inusitados.

É um ponto delicado, pois esse critério de satisfação sexual exige algumas medidas de segurança e as possibilidades de onde os parceiros moram. Por exemplo, um fetiche bastante comum é fazer sexo na escada de um prédio, outra fantasia bastante comum é dentro de carro estacionado na rua. Contudo, antes de tudo, é importante verificar se não haverá plateia. 

Em zonas rurais não é difícil saber notícias sobre casais que foram para árvores mais afastadas ou arbustos. De toda forma, o casal deve se certificar de não ser pego. 

Com isso, o texto sobre satisfação sexual chega ao fim. O Clubmodel espera que os leitores tenham gostado e aprendido algo novo hoje.

Em caso de mais alguma sugestão para aumentar a satisfação sexual, comente aqui abaixo. Para ler outros conteúdos relacionados, continue em nosso site e não se esqueça de compartilhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *